Notícias

Postado em 02 de Julho às 16h51

De Santa Catarina para Tocantins: conheça a história da Empório Catarinense

Inovações (2)Clientes (19)
  • Raffinato Sistemas -

Hoje vamos apresentar um case que praticamente atravessa o território brasileiro. Conheça a história do Geovani Vaitz Vicente, que saiu da cidade de Joinville, Santa Catarina, para começar os negócios em Palmas, Tocantins.

No ano de 2016, Geovani inaugurou a Distribuidora Catarinense, um ambiente focado na venda e distribuição dos mais variados tipos de bebidas. Mas foi em dezembro de 2020, em meio à pandemia, que ele deu início ao seu mais recente projeto de sucesso: o Empório Catarinense, um ambiente especializado na venda de bebidas como cervejas especiais, vinhos dos mais variados rótulos, além de drinks e de um diversificado menu oferecido pela cozinha local.

Como ele explica, o nome surgiu por dois motivos. O primeiro é pelas origens, por Geovani ser de Santa Catarina. O Segundo é que até hoje, o contato com sua terra natal é mantido: desde que estão em Palmas, sempre viajam para Santa Catarina para buscar bebidas, principalmente cervejas especiais, sendo que, recentemente, incluíram nessa lista, o chope.

Em meio às dificuldades e restrições impostas por conta da pandemia da Covid-19, Geovani viu a solução para muitos problemas e a oportunidade de crescimento dos negócios através da tecnologia, apostando na automatização de processos com a implantação dos sistemas da Raffinato.

O proprietário da Empório Catarinense conta que conheceu a Raffinato quando buscava um software que fosse possível integrar ao sistema de automação de chope no qual ele já utilizava, que era o sistema da Beerpass, atual parceira da Raffinato. “Temos bastante movimento em nosso estabelecimento e precisávamos dessa integração entre sistemas, já que do contrário, ficaria inviável trabalhar com dois softwares separados, perderíamos muito tempo”, explica.

Em sua visão, Geovani acredita que o uso da tecnologia para automatização dos processos e fluxos de qualquer estabelecimento é uma necessidade básica para qualquer cenário, não apenas na pandemia. “Um bom sistema oferece um controle fiscal completo, o que gera uma economia de impostos. Além disso, há também o controle de estoque, algo muito importante para se administrar melhor os negócios e por fim o administrativo, que possibilidade melhor organização e aproveitamento das equipes, que faz com que o cliente seja melhor atendido e também gere menos gastos e maior lucratividade”, detalha.

  • Raffinato Sistemas -


Os benefícios trazidos pelos sistemas de automação são diversos, como conta Geovani. Ele explica que por conta de o Empório trabalhar com diversas bebidas além de chope, existe a necessidade de se ter garçons atuando no local. Mas com o sistema da Beerpass, sua equipe ficou muito mais disponível para atender melhor o cliente e focar na demanda de outros tipos de bebidas, como drinks e vinhos.

“Consultei diversas empresas que utilizam esse sistema de automação e as respostas sempre foram positivas. Muitos estabelecimentos inclusive puderam iniciar as atividades sem a contratação de garçons, por trabalharem apenas com autosserviço de chope. No meu caso, minha equipe agora pode ficar muito mais disponível para os clientes, oferecendo a eles um melhor atendimento e até mesmo oportunizando novas experiências a eles. Com isso também percebi um aumento no meu ticket médio, não só pela liberdade de consumo que o cliente tem através do sistema de automação, mas também pelo fato de que os garçons podem focar na venda dos pratos oferecidos pela nossa cozinha, como também de drinks e vinhos”, destaca.

Essa liberdade também trouxe mais flexibilidade para Geovani atuar em horários diferenciados. Com a loja junto ao Empório funcionando durante o dia, os clientes que optarem por consumir neste horário terão o autosserviço à sua disposição, podendo se servir de acordo com sua preferência, sem a necessidade de garçons atuando em horários de menor demanda, automaticamente trazendo mais economia e melhor fluidez dos atendimentos.

Além de todos estes benefícios, Geovani cita a importância da automatização das bebidas como aliada à redução dos desperdícios. “Com o sistema da Beerpass, posso dizer que praticamente não existe mais um real desperdício na entrega do chope. Focamos nos cuidados para oferecer um produto de qualidade e de manter os equipamentos regulados, para não espumar demais o chopp. Isso nos permite ter 95% de eficiência, sendo que o único “desperdício” que temos é a sangria do chopp. Antes da Beerpass, a eficiência era de aproximadamente 70%.”, detalha.

Para finalizar, o proprietário enfatiza novamente a importância da contratação de bons sistemas para automação, tanto para o gerenciamento dos negócios e das equipes, quanto para uma melhor experiência vivida pelo próprio cliente. “Nós temos uma pessoa disponível para recepção dos clientes e orientação, mas ao mesmo tempo, quando o cliente chega no meu estabelecimento, ele tem total liberdade de consumir o que ele quiser. Cada vez mais os clientes estão percebendo e aceitando essa novidade, pois estamos tendo retornos bem positivos quanto ao que eles vivenciam aqui dentro do Empório Catarinense”, finaliza

E você, o que achou da história do Geovani e do crescendo sucesso do seu empreendimento, o Empório Catarinense? A Raffinato hoje é referência em sistemas e atua também com uma grande equipe de parceiros que entregam os melhores softwares de automação para seu estabelecimento, para que você possa entregar a melhor experiência ao seu cliente.
Venha conhecer mais sobre nossos produtos e serviços e, assim como Geovani, construa você também uma história de sucesso com a Raffinato.

Raffinato,
Pronto para servir.


Postado em 08 de Abril às 11h38

Nordus Cervejaria: cliente Raffinato recebe medalhas de concurso nacional por suas cervejas artesanais

Clientes (19)Premiações (2)Notícias (17)
  • Raffinato Sistemas -

Um projeto que foi idealizado no ano de 2017, mas que já vinha sendo desenhado nos sonhos de um grupo de cervejeiros caseiros. A paixão pela cerveja artesanal os motivou a tornar o que era um hobby, em negócios, mas sem deixar a paixão pela cultura da cerveja artesanal de lado.

Conforme conta o sócio administrador da Nordus, Jean Pierri Gallon, a ideia sempre foi produzir e entregar cerveja de qualidade para todos. “Na busca pela melhor qualidade e possibilidades, surfamos várias escolas cervejeiras, abrangendo diversos tipos de estilos de cervejas, desde os simples até os mais complexos”, explica.

E nesse período de aproximadamente quatro anos, muita história já foi escrita. A qualidade da cerveja produzida ali precisava ser complementada com algo a mais, e foi assim que surgiu o Beer Garden: um espaço todo especial criado com objetivo de atender o seu público consumidor, com venda e consumo no local.

Com o Beer Garden também surgiu a necessidade de um sistema capaz de organizar todos os processos para que a Nordus continuasse com a qualidade de sempre na produção de suas cervejas e também no atendimento aos seus clientes. E foi nesse meio tempo, há aproximadamente 18 meses, que a parceria com a Raffinato começou. Com um sistema capaz de organizar as demandas e contribuir para o desenvolvimento da Cervejaria como um todo, a Nordus segue seu caminho de grandes conquistas, como a disponibilização de seus produtos na Amazon, bem como a distribuição de suas cervejas em latas nas lojas e pubs especializados espalhados pelo Brasil.

  • Raffinato Sistemas -

Nordus no Concurso Brasileiro de Cervejas

O Concurso Brasileiro de Cervejas, considerado como o terceiro maior do mundo e o maior da América Latina, aconteceu no mês de março. Após quatro dias de avaliação das mais de 2900 amostras de cervejas de todo o Brasil, o resultado saiu: três cervejas Nordus foram premiadas.

Este foi o terceiro ano que a Nordus participou do Concurso, sendo que desde o primeiro, a Cervejaria recebeu premiações. No primeiro ano, foi uma medalha de bronze com a cerveja Barley Wine envelhecida em Amburana. Já no segundo ano, a cerveja que recebeu destaque e premiação, também com medalha de bronze, foi a inglesa Extra Special Bitter.

Na edição deste ano, a participação levou a conquista de três medalhas, sendo elas:

• Bronze com a Strong Juice Pale Ale, que leva o nome de Taste Like Spring. (não havendo prata nem ouro na categoria);

• Prata com a Red Flag, cerveja Red Ale (não havendo ouro);

• E por fim, medalha de ouro com a cerveja para a Doppelbock Defumada, na categoria Smoked Beer.

Em sua visão, Jean destaca que o concurso tem fundamental importância para que a Cervejaria conquiste visibilidade e ganhe seu espaço, afinal, todas as cervejas são avaliadas por diversos jurados que dão seu parecer. “Ao final de cada concurso recebemos a avaliação de todas as cervejas que enviamos. Com isso, sempre buscamos melhorar as cervejas em questão”, detalha.

Para finalizar, ele enfatiza que, mesmo com toda a importância que o concurso tem para o crescimento da Cervejaria, o que realmente motiva as produções e o sucesso dos negócios é a entrega de uma cerveja de qualidade para seus consumidores. “Nós produzimos cerveja para as pessoas, para nossos consumidores. O concurso é uma ferramenta para acelerar o reconhecimento do caminho que escolhemos seguir, a qualidade”, conclui.

E você, gostou do nosso case de hoje? A sua história também pode ser escrita aqui. Entre em contato com a gente e saiba como podemos melhorar a gestão dos seus negócios e formarmos uma boa parceria de sucesso.

Raffinato
Pronto para servir.


Postado em 02 de Abril às 18h43

CST Automação: uma revenda case de sucesso da Raffinato, com visão do amanhã

Parcerias (2)
  • Raffinato Sistemas -

Hoje, nosso case de sucesso é um pouco diferente. Ele vem lá do Rio de Janeiro, onde atua Rafael Soares, gerente comercial da CST Automação, empresa parceira e representante dos Softwares Raffinato. A história com a Raffinato começa em 2010, mas para chegarmos até esta data, precisamos votar um pouco mais, especificamente para 1997, ano em que foi fundada a CST Automação.

Naquela época, o foco principal da empresa do Rafael era a venda de equipamentos. Em segundo plano, estava a disponibilização de sistemas, que não era vendido, mas sim entregue aos clientes junto com os hardwares. E foi com o passar dos anos e a mudança de cenário que o mercado passou a exigir, que Rafael percebeu a necessidade de se reinventar.

Para a CST, foi a mudança total de foco de mercado: o que antes era produto de venda, foi deixado em segundo plano, dando prioridade para o que até o momento não estava sendo comercializado, que era o software. Na busca por parcerias para agregar o portfólio da empresa, foi que surgiu a história com a Raffinato.

Em meio às tentativas, nasce uma parceria de sucesso

Na busca por se readequar ao que o mercado exigia, a CST Automação iniciou seu processo de formação de parcerias com diversas empresas de sistemas. Foram várias tentativas, inclusive com multinacionais, como conta Rafael, que acabaram não dando certo principalmente pela ausência de sinergia. E foi essa cooperação em uma via de mão dupla que sua empresa encontrou na Raffinato. “Nos chamou muito a atenção esse suporte oferecido pela Raffinato. Os nossos clientes sempre tiveram respostas rápidas e soluções eficazes para as dúvidas que surgiam e isso se tornou o diferencial que nós, como revendedores do Software Raffinato, podíamos oferecer. Isso é o que tem dado o devido reconhecimento, principalmente pelos clientes que migram de outras plataformas”, destaca.

Rafael conta que outro ponto chave que mantém forte a parceria com a Raffinato é a facilidade de contato, tanto com a equipe de suporte quanto com as pessoas de maior decisão dentro da empresa, o que gera uma proximidade muito grande e uma confiança ainda maior. “São raras as vezes que precisamos ir além da equipe do suporte, por sermos muito bem atendidos e termos nossos problemas resolvidos por eles. Mas quando surge a necessidade, a Raffinato nos permite esse contato mais próximo com as equipes de desenvolvimento”, explica.

A robustez oferecida pelos softwares da Raffinato têm sido destaque na satisfação das empresas clientes da CST Automação. “Hoje eu consigo atender grandes corporações aqui no Rio de Janeiro. E além de poder oferecer um produto de excelência, tenho a garantia de que não vou ter dor de cabeça quando se tratando de suporte”, detalha. “Além disso, a Raffinato está sempre atenta às sugestões propostas pelos clientes, agregando melhorias aos sistemas e trazendo satisfação a estas empresas que usam suas plataformas”, acrescenta.

Gestão em meio à pandemia

No cenário atual, onde o ramo da Gastronomia tem sofrido muito com as limitações impostas pelos decretos na luta contra a disseminação da COVID-19, as empresas de food service têm sentido a necessidade de olhar para si e pensar em gestão. Organizar os processos e melhorar os números dentro das possibilidades é o que tem sustentado muitos estabelecimentos.

Em sua visão, Rafael acredita que quando o empresário sente que precisa dessa gestão, e de que um software não é apenas para cumprir com as exigências fiscais, é que é a hora de fazer acontecer, de entregar um produto de qualidade aliado a um suporte de excelência, repassando ao então cliente a segurança que ele busca para reestruturar seu negócio no mercado. “Hoje, o que nos coloca nesse caminho de sucesso com a parceria entre CST e Raffinato é o conhecimento que nós temos dos softwares e a certeza de estarmos vendendo um produto de procedência. Acreditamos naquilo que oferecemos ao nosso cliente e principalmente entregamos o que prometemos a eles”, enfatiza.

Quanto ao posicionamento de mercado, Rafael acredita que o Software Raffinato tem conquistado muitos clientes justamente pelo custo x benefício que ele oferece, trazendo oportunidades às empresas que querem ter uma gestão de verdade, através de produtos e serviços de extrema qualidade, por um preço bem acessível. “Muitos buscam qualidade e preço, e é por isso que sempre quando me perguntam sobre valores, primeiro mostro as possibilidades que o sistema Raffinato oferece. Ao final, quando repasso os preços, muitas vezes ouvimos das pessoas coisas do tipo ‘só isso?’, ou então ‘tem certeza que esse é o valor?’. São raras as vezes que perdemos negociação quando buscamos clientes ou somos procurados por eles”, detalha.

É fundamental que as empresas passem a enxergar e aprender com o que aconteceu no dia de ontem, e através disso, iniciar hoje o planejamento do futuro, olhando para o mercado e enxergando o que é tendência. Essa necessidade de se reinventar dia após dia é o que tem trazido incertezas para muitas empresas. Mas com processos bem construídos e parcerias bem formadas, o caminho passa a ser mais dinâmico e com resultados mais positivos.

Ao olhar para o passado, Rafael Soares faz essa reflexão de que naquela época, a venda de equipamentos era o que fazia a empresa funcionar, mas o software, que era entregue ao cliente, se tornou hoje o produto principal. “A venda de equipamentos nos trouxe dinheiro no momento certo, mas a revenda de softwares é que nos mantem firmes no mercado”, conclui.

Não existe segredo de sucesso para uma revenda de software, mas alguns pontos são importantes nessa caminhada. Um deles é ter conhecimento dos produtos e serviços que estão sendo oferecidos. Em seguida, é preciso criar uma carteira de clientes e, com dedicação, se tornar uma revenda concretizada, colhendo os frutos desse trabalho. E claro, se você gostaria de saber mais sobre este modelo de negócios de revendas, entre em contato com a gente que teremos o prazer de atender você, podemos formar boas parcerias.

Raffinato
Pronto para servir.


Postado em 18 de Março às 13h07

O food service sob um olhar diferenciado em meio à pandemia

Clientes (19)Notícias (17)
  • Raffinato Sistemas -

Hoje nós vamos contar a história de Jubian Siqueira, proprietário dos restaurantes Tempranillo, localizados na cidade de Natal – RN. Atualmente, os restaurantes, anexos aos hotéis Comfort Hotel & Suítes e também no Quality Suítes Natal Ponta Negra, ambos administrados pela Rede Atlantica Hotels, atendem tanto os hóspedes do hotel quanto o público em geral.

Essa história envolvendo a culinária começou há aproximadamente 25 anos, quando Jubian iniciou seu trabalho como garçom, e desde então, tudo foi se encaixando para chegar onde está agora. Juntamente com seu sócio, participaram de uma licitação, em julho de 2020, quando começaram então a atuar dentro dos hotéis.

Já em meio à pandemia, diversos foram os obstáculos encontrados por Jubian, devido às restrições impostas quanto ao distanciamento e limitação de público, além das demais adversidades que todo empreendimento tem passado desde então. Com esse momento atípico, Jubian se viu no compromisso das mudanças e adaptações para encarar o novo cenário.

  • Raffinato Sistemas -

Resiliência é fundamental

Com tudo mudando e um “novo normal” surgindo, o proprietário dos restaurantes se viu na necessidade de se reinventar. Onde antes já se exigia qualidade, agora passa a ser estritamente obrigatório o atendimento com excelência. E mais, além de atenção, o cliente tem buscado se sentir seguro no ambiente que ele frequenta.

E para repassar essa tranquilidade e segurança ao cliente, Siqueira explica que foram necessárias diversas adaptações. Novos treinamentos com os colaboradores, para que estes pudessem ter ainda mais empatia, atenção e delicadeza com o cliente; Uso de todos os itens de cuidado, como máscaras, luvas, disponibilidade de álcool tanto para a equipe quanto para os clientes; Maior cuidados com os alimentos, desde sua compra, manuseio e então a entrega ao cliente; Cardápio com QR Code, evitando assim contato com materiais impressos. “Trazer o cliente para nosso restaurante é um verdadeiro desafio. Mas quando ele se sente seguro aqui, ele sabe que pode voltar”, esclarece Jubian.

  • Raffinato Sistemas -

Prezar pela satisfação do cliente

Em sua visão, o proprietário explica que para o cliente se sentir satisfeito, é preciso ir além simplesmente atender bem. “A palavra ‘não’ está ausente em nosso restaurante. Quando um cliente pede por algo que não temos em nosso cardápio, fizemos de tudo para conseguir. Se não há possibilidade de fazer naquele momento, procuramos saber qual o dia que o cliente vai voltar para que então possamos entregar o que ele pediu”, detalha.

Assim como uma vez aconteceu em seu restaurante, quando um cliente, ao fazer sua refeição, lembrou de um prato típico de sua terra, feito por sua sogra. Ouvindo tudo isso, decidiu ir atrás dos ingredientes e, no dia seguinte, presenteou o cliente com aquela refeição. Para Jubian, um mimo simples, para o cliente, a satisfação de um atendimento verdadeiramente de qualidade. O resultado disso foram diversos agradecimentos e avaliações positivas na internet, algo de extrema importância nos dias de hoje.

“A parte mais difícil é tirar as pessoas de casa e trazer até seu restaurante. Depois disso é simples, basta atender da melhor forma e fazer ele se sentir especial. Essa boa experiência vivida fica marcada. O cliente bem atendido, volta, e muitas vezes, trazendo outras pessoas”, conclui.

  • Raffinato Sistemas -

O novo agora visto por um olhar empreendedor

Com todos os altos e baixos vividos pelo mundo inteiro por conta da pandemia da COVID-19, é preciso, na visão de Jubian, mudar as posturas, é preciso reinventar as formas de empreender. Para ele, é necessário apostar mais na qualidade e entregar o melhor ao cliente. “´Eu sempre digo, filé mignon e camarão todo restaurante aqui serve. Em meio a essa pandemia que estamos passando agora, precisamos vender mais do que o filé mignon e o camarão, precisamos vender a sensação de segurança”, declara.

Ele acredita que um bom começo para o caminho do sucesso no atendimento ao cliente está na capacitação da equipe. Indo além, é preciso se atentar aos cuidados com a segurança na alimentação das pessoas. E uma boa ideia que ele encontrou a partir dessa demanda, foi disponibilizar aos seus clientes a possibilidade de conhecer sua cozinha através do virtual, repassando toda essa sensação de cuidado com os alimentos, fazendo o cliente perceber que pode confiar em tudo que seu restaurante está fazendo.

  • Raffinato Sistemas -

Parceria com a Raffinato

Jubian conta que sua parceria com a Raffinato iniciou quando ele encontrou, logo de cara, os mesmos ideais que ele sempre prezou pelo seu restaurante: qualidade no atendimento. Depois de procurar fechar negócio com outras duas empresas, onde Jubian conta que teve dificuldades e insatisfações, encontrou a Raffinato através de pesquisa na internet. Ao entrar em contato, prontamente foi atendido.

Com o primeiro contato feito e a demonstração de interesse, a equipe da Raffinato logo se disponibilizou a apresentar o sistema através de uma conferência em vídeo. Foi aí que Jubian percebeu que era exatamente isso o que ele procurava. “Não só o sistema era perfeito, mas também o atendimento da Raffinato. Ambos superaram minhas expectativas. Para falar do sistema, ele é completo, me oferece diversa possibilidade e controle muito amplo sobre cada detalhe do meu restaurante”, enfatiza.

Importante destacar é que, diversas pesquisas e estudos já apontaram que a grande maioria da perda de clientes, cancelamento de contratos e desistências por produtos ou serviços se dá por conta do mau atendimento. Exemplo é a pesquisa realizada pela Accenture Strategy e publicada pela Revista Exame.

  • Raffinato Sistemas -

Dica de gestão para o ramo gastronômico

Como forma de incentivar todos que atuam no ramo gastronômico, Jubian enfatiza dois pontos fundamentais para a permanência no mercado: qualidade na mão de obra e nos produtos servidos aos clientes.

Em seu conhecimento, o proprietário dos restaurantes acredita que jamais deve-se deixar de investir em pessoas qualificadas. Da mesma forma, diminuir a qualidade dos alimentos na tentativa de economizar é um erro fatal que muitos já cometeram e pagaram o preço.

Jubian Siqueira encerra dizendo que o momento não é de visar lucro. Mesmo que há a necessidade do dinheiro, o importante agora é manter-se de portas abertas, fidelizar os clientes e pensar no mercado que será aberto no pós-pandemia, já que diversos estabelecimentos do food service fecharam suas portas. “O setor da Gastronomia é o setor que mais está sofrendo. Foi o primeiro a sentir os impactos e será o último a se recuperar. Mas o que estamos visando é o amanhã. Quando tudo isso passar, estaremos com as portas abertas para atender novamente todo esse público que está esperando para poder voltar a sair”, finaliza.


Fale conosco! | 49 99936-0094