Notícias

Postado em 18 de Março às 13h07

O food service sob um olhar diferenciado em meio à pandemia

Clientes (18)Notícias (17)
  • Raffinato Sistemas -

Hoje nós vamos contar a história de Jubian Siqueira, proprietário dos restaurantes Tempranillo, localizados na cidade de Natal – RN. Atualmente, os restaurantes, anexos aos hotéis Comfort Hotel & Suítes e também no Quality Suítes Natal Ponta Negra, ambos administrados pela Rede Atlantica Hotels, atendem tanto os hóspedes do hotel quanto o público em geral.

Essa história envolvendo a culinária começou há aproximadamente 25 anos, quando Jubian iniciou seu trabalho como garçom, e desde então, tudo foi se encaixando para chegar onde está agora. Juntamente com seu sócio, participaram de uma licitação, em julho de 2020, quando começaram então a atuar dentro dos hotéis.

Já em meio à pandemia, diversos foram os obstáculos encontrados por Jubian, devido às restrições impostas quanto ao distanciamento e limitação de público, além das demais adversidades que todo empreendimento tem passado desde então. Com esse momento atípico, Jubian se viu no compromisso das mudanças e adaptações para encarar o novo cenário.

  • Raffinato Sistemas -

Resiliência é fundamental

Com tudo mudando e um “novo normal” surgindo, o proprietário dos restaurantes se viu na necessidade de se reinventar. Onde antes já se exigia qualidade, agora passa a ser estritamente obrigatório o atendimento com excelência. E mais, além de atenção, o cliente tem buscado se sentir seguro no ambiente que ele frequenta.

E para repassar essa tranquilidade e segurança ao cliente, Siqueira explica que foram necessárias diversas adaptações. Novos treinamentos com os colaboradores, para que estes pudessem ter ainda mais empatia, atenção e delicadeza com o cliente; Uso de todos os itens de cuidado, como máscaras, luvas, disponibilidade de álcool tanto para a equipe quanto para os clientes; Maior cuidados com os alimentos, desde sua compra, manuseio e então a entrega ao cliente; Cardápio com QR Code, evitando assim contato com materiais impressos. “Trazer o cliente para nosso restaurante é um verdadeiro desafio. Mas quando ele se sente seguro aqui, ele sabe que pode voltar”, esclarece Jubian.

  • Raffinato Sistemas -

Prezar pela satisfação do cliente

Em sua visão, o proprietário explica que para o cliente se sentir satisfeito, é preciso ir além simplesmente atender bem. “A palavra ‘não’ está ausente em nosso restaurante. Quando um cliente pede por algo que não temos em nosso cardápio, fizemos de tudo para conseguir. Se não há possibilidade de fazer naquele momento, procuramos saber qual o dia que o cliente vai voltar para que então possamos entregar o que ele pediu”, detalha.

Assim como uma vez aconteceu em seu restaurante, quando um cliente, ao fazer sua refeição, lembrou de um prato típico de sua terra, feito por sua sogra. Ouvindo tudo isso, decidiu ir atrás dos ingredientes e, no dia seguinte, presenteou o cliente com aquela refeição. Para Jubian, um mimo simples, para o cliente, a satisfação de um atendimento verdadeiramente de qualidade. O resultado disso foram diversos agradecimentos e avaliações positivas na internet, algo de extrema importância nos dias de hoje.

“A parte mais difícil é tirar as pessoas de casa e trazer até seu restaurante. Depois disso é simples, basta atender da melhor forma e fazer ele se sentir especial. Essa boa experiência vivida fica marcada. O cliente bem atendido, volta, e muitas vezes, trazendo outras pessoas”, conclui.

  • Raffinato Sistemas -

O novo agora visto por um olhar empreendedor

Com todos os altos e baixos vividos pelo mundo inteiro por conta da pandemia da COVID-19, é preciso, na visão de Jubian, mudar as posturas, é preciso reinventar as formas de empreender. Para ele, é necessário apostar mais na qualidade e entregar o melhor ao cliente. “´Eu sempre digo, filé mignon e camarão todo restaurante aqui serve. Em meio a essa pandemia que estamos passando agora, precisamos vender mais do que o filé mignon e o camarão, precisamos vender a sensação de segurança”, declara.

Ele acredita que um bom começo para o caminho do sucesso no atendimento ao cliente está na capacitação da equipe. Indo além, é preciso se atentar aos cuidados com a segurança na alimentação das pessoas. E uma boa ideia que ele encontrou a partir dessa demanda, foi disponibilizar aos seus clientes a possibilidade de conhecer sua cozinha através do virtual, repassando toda essa sensação de cuidado com os alimentos, fazendo o cliente perceber que pode confiar em tudo que seu restaurante está fazendo.

  • Raffinato Sistemas -

Parceria com a Raffinato

Jubian conta que sua parceria com a Raffinato iniciou quando ele encontrou, logo de cara, os mesmos ideais que ele sempre prezou pelo seu restaurante: qualidade no atendimento. Depois de procurar fechar negócio com outras duas empresas, onde Jubian conta que teve dificuldades e insatisfações, encontrou a Raffinato através de pesquisa na internet. Ao entrar em contato, prontamente foi atendido.

Com o primeiro contato feito e a demonstração de interesse, a equipe da Raffinato logo se disponibilizou a apresentar o sistema através de uma conferência em vídeo. Foi aí que Jubian percebeu que era exatamente isso o que ele procurava. “Não só o sistema era perfeito, mas também o atendimento da Raffinato. Ambos superaram minhas expectativas. Para falar do sistema, ele é completo, me oferece diversa possibilidade e controle muito amplo sobre cada detalhe do meu restaurante”, enfatiza.

Importante destacar é que, diversas pesquisas e estudos já apontaram que a grande maioria da perda de clientes, cancelamento de contratos e desistências por produtos ou serviços se dá por conta do mau atendimento. Exemplo é a pesquisa realizada pela Accenture Strategy e publicada pela Revista Exame.

  • Raffinato Sistemas -

Dica de gestão para o ramo gastronômico

Como forma de incentivar todos que atuam no ramo gastronômico, Jubian enfatiza dois pontos fundamentais para a permanência no mercado: qualidade na mão de obra e nos produtos servidos aos clientes.

Em seu conhecimento, o proprietário dos restaurantes acredita que jamais deve-se deixar de investir em pessoas qualificadas. Da mesma forma, diminuir a qualidade dos alimentos na tentativa de economizar é um erro fatal que muitos já cometeram e pagaram o preço.

Jubian Siqueira encerra dizendo que o momento não é de visar lucro. Mesmo que há a necessidade do dinheiro, o importante agora é manter-se de portas abertas, fidelizar os clientes e pensar no mercado que será aberto no pós-pandemia, já que diversos estabelecimentos do food service fecharam suas portas. “O setor da Gastronomia é o setor que mais está sofrendo. Foi o primeiro a sentir os impactos e será o último a se recuperar. Mas o que estamos visando é o amanhã. Quando tudo isso passar, estaremos com as portas abertas para atender novamente todo esse público que está esperando para poder voltar a sair”, finaliza.

Veja também

Restaurantes se automatizam pois geração atual não quer lidar com pessoas10/10/16 Quase um terço das pessoas entre 18 e 24 anos preferem pedir comida no drive-thru porque eles “não se sentem confortáveis em lidar com pessoas” – isso está trazendo a automação Os millennials não são muito chegados a interagirem com outras pessoas no dia-a-dia. Quase um terço das pessoas entre 18 e 24 anos preferem pedir comida no......

Voltar para Notícias

Fale conosco! | 49 99936-0094